O uso excessivo do celular por uma noite inteira causou cegueira temporária em uma mulher. Ela perdeu a visão do olho esquerdo porque uma veia estourou e inundou a retina de sangue, bloqueando a visão.

A exposição às luzes do display do celular gerou uma tensão muscular no olho que, consequentemente, ocasionou a ruptura da veia. O caso ocorreu na China e se tornou público nos últimos dias, reaquecendo a discussão sobre a mania de passar o dia com o smartphone por perto.

Após ser levada ao hospital, a mulher foi diagnosticada com retinopatia de Valsava pela doutora Qiu Wangjian. A situação ocorre justamente pela ruptura de vasos sanguíneos superficiais da retina devido ao esforço físico.

Wangjian explicou que “a paciente ficou acordada a noite toda tocando no celular” e que quando acordou e voltou a mexer no aparelho. “Cerca de cinco minutos depois, a paciente descobriu que não conseguia enxergar pelo olho esquerdo. Ela não conseguia ver nada”, contou a médica.

A preocupação com a exposição do olho à luz de dispositivos eletrônicos não é de hoje. No ano passado, por exemplo, a Universidade de Toledo documentou que a luz azul emitida pelos displays prejudica a retina e incita o crescimento de moléculas venenosas que poderiam causar a degeneração ocular.

A preocupação com a exposição do olho à luz de dispositivos eletrônicos não é de hoje. No ano passado, por exemplo, a Universidade de Toledo documentou que a luz azul emitida pelos displays prejudica a retina e incita o crescimento de moléculas venenosas que poderiam causar a degeneração ocular.

Fonte: Techtudo