A Motorola anunciou na quinta-feira, 14, a volta do modelo mais querido: o Razr. Para quem não se lembra ele é aquele famoso celular que fez sucesso no começo dos anos 2000, com tela Flip.

Agora ele vem em uma versão bem mais moderna, é claro, mas sem perder suas principais características. A tela é flexível e dobra completamente ao meio, de modo que o aparelho fica compacto sem comprometer a experiência de uma tela grande. O vidro utilizado é o Gorila Glass 3D.

Ele conta uma tela dobrável Flex View de 6,2″ (15,7 cm) e proporção 21:9. Quando fechado, o celular tem uma tela interativa Quick View, que ajuda a acessar rapidamente informações importantes, fazer chamadas, responder mensagens, fazer pagamentos, controlar suas músicas, tirar selfies e utilizar o Google Assistente.

A câmera possui recursos como Night Vision, que combinar oito quadros em diferentes exposições para garantir uma boa imagem em ambientes de pouca luz, e a Inteligência Artificial integrada.

O aparelho é revestido de aço inoxidável e leva uma camada protetora que oferece resistência a respingos d’água, mas a fabricante destaca que não é à prova d’água e não pode ser submerso.

A Motorola ressalta que investiu muito tempo e dinheiro na tecnologia “zero gap”, um sistema patenteado de fechamento que permite que ambos os lados da tela flexível se fechem perfeitamente, protegendo-a da sujeira e poeira.

Outra novidade foi a antena, redesenhada para caber no tamanho do celular fechado. Segundo a Motorola, o aparelho chegará ao mercado brasileiro a partir de janeiro.

No exterior o smartphone custará US$ 1.500. As expectativas é de que o modelo chegue no Brasil nos primeiros meses de 2020.

Fonte: Publicitários Criativos