Desde pequenos somos ensinados que devemos ser boas pessoas, honestas, trabalhadoras, amorosas e dispostas a ajudar aqueles ao nosso redor.

No entanto, acreditamos que fazer o bem pode ser benéfico apenas ao outro por nossa gentileza e empatia. Isso não é verdade. O hábito de ajudar os outros também faz nós mesmos felizes e pode até prolongar nosso tempo de vida, temos essa comprovação por meio da ciência.

Você já ouviu falar da endorfina, o famoso hormônio que nos traz a sensação de bem-estar, alegria e conforto?

Ele está presente quando nos exercitamos, damos risadas, lembramos de coisas boas, mas também aparece quando dedicamos uma parte de nosso tempo a ajudar outra pessoa. Existe um termo usado para caracterizar o sentimento de alegria que sentimos quando praticamos caridade: helpers high.

A teoria psicológica por trás acredita que atos de bondade e caridade ocasionam a produção de uma versão mais suave de uma morfina alta. O importante aqui não é o tamanho do gesto realizado, mas sim a vontade de ajudar, a genuinidade do ato.

O doador sente satisfação, alegria e o ajudado sente as nossas boas intenções, o que diminui sua sensação de estresse. É um caminho benéfico para ambos.

Recentemente, estão sendo divulgadas pesquisas sobre telômeros (extremidades de nossos genes), que mostram que o estresse constante acaba por reduzir os telômeros e também ocasionar morte prematura.

Nesse sentido, quanto mais nos esforçarmos para que nossa vida seja alegre, cheia de amor e de gratidão pelas pessoas próximas, melhor poderemos contribuir para a nossa sobrevivência.

A bondade e a pureza verdadeiras são pagas da melhor maneira possível. Sempre que desejamos e lutamos pela felicidade do outro, acabamos por construir a nossa também; em união, somos capazes de chegar muito longe.

Palavras de amor e atitudes de carinho nunca voltam vazias, seja pela lei do Universo ou pela ciência, sempre colhemos benefícios quando escolhemos deixar o nosso egoísmo de lado e doar nosso tempo e atenção para aqueles que realmente precisam.

Comece hoje mesmo a pensar no que você pode fazer para ajudar as pessoas ao seu redor. Certamente a felicidade chegará muito mais rápido até a sua vida. Se doe ao próximo, sem querer nada em troca!

Fonte: O Segredo.